Publicado em 17 d Agosto d 2010

População ainda fecha portas para o combate à dengue

Também estão previstas ações educativas na rede municipal de ensino.

"Conscientização é a palavra".

O combate à dengue foi tema de reunião entre o vereador Prof. Rodrigo Parras e o prefeito Dr. Denig. O chefe do Executivo afirmou que, por sugestão do vereador, enviará à Câmara projeto de lei com medidas para fechar ainda mais o cerco ao mosquito Aedes aegypti. “As pessoas ainda não se conscientizaram sobre a importância da prevenção”, alertou o vereador. “A resistência à inspeção dos agentes (sua entrada nos imóveis) é registrada em 15% a 20% da população visitada, o que impede medidas contra a proliferação do mosquito”.
Na semana passada, Parras apresentou duas indicações com propostas de anteprojeto e um projeto de lei visando o combate e o controle da doença na cidade - onde foram registrados 49 casos comprovados de dengue. Os documentos foram entregues pessoalmente ao prefeito Dr. Denig, que os encaminhou de imediato à sua assessoria jurídica para a elaboração dos projetos.
As indicações sugerem a criação do Comitê Municipal de Prevenção e Combate à Dengue e do Dia de Combate à Dengue e a elaboração de medidas permanentes de prevenção da doença em Atibaia. De acordo com a proposta, o comitê terá como finalidade acompanhar e assessorar os trabalhos da Vigilância Epidemiológica, visando mudanças de hábitos na comunidade e eliminação de possíveis focos da dengue.
Já o anteprojeto contém medidas permanentes de prevenção, como notificação e multa a proprietários, locatários ou responsáveis por imóveis na cidade que não tomarem medidas preventivas contra a expansão do mosquito. A maior parte dos focos está em bairros populosos como o Alvinópolis e o Imperial.
“Conscientização" é a palavra. Na revista Problemas Brasileiros, li a declaração do médico Affonso Viviani Júnior, da Sucen (Superintendência de Controle de Endemias). Ele afirma que o controle está baseado principalmente no combate aos focos do mosquito e por isso é importante a participação de toda a população, já que a grande maioria deles é encontrada em residências e imóveis comerciais”, afirmou Parras.
Entre os cuidados indicados no combate à dengue estão: evitar o acúmulo de água, lixo e entulho, manter as piscinas limpas, manter devidamente limpas e vedadas as caixas d'água e similares e utilizar vasos ou floreiras devidamente perfurados e preenchidos com areia. “Como mostram os relatórios da Prefeitura, vasos, garrafas pets, pneus e outros recipientes ainda são focos de dengue nas residências da cidade. Existem muitas residências de veraneio que ficam fechadas por semanas ou meses, representando 40% dos imóveis”, alertou o Prof. Rodrigo. “Temos de encontrar formas de, dentro da lei, entrar nesses imóveis para evitar a disseminação do mosquito”.

Deixe seu comentário

Para postar um comentário, você precisa de uma conta.
Faça login
ou
Registre-se

Enquete

  Você é contra ou a favor do comércio em praças públicas?

A FAVOR
CONTRA

Última Edição

  Digite seu email abaixo para receber mensagens periodicamente com nossas últimas noticias:


Notícias por Data

Jornal O Atibaiense ©

Rua Deputado Emílio Justo, 280 - Nova Aclimação - Atibaia - SP - (11) 4413-0001